Topo
pesquisar

Guerra Boshin e modernização japonesa

Séculos XVI ao XIX

PUBLICIDADE

A Guerra Boshin foi uma guerra civil que ocorreu no Japão nos anos de 1868 e 1869, opondo os apoiadores do jovem Imperador Tennô Meiji aos defensores do xogum Yoshinobo Tokugawa. A vitória na guerra pelo Imperador Meiji e suas tropas representou a restauração dessa dinastia e o início do período de modernização do Japão.

Boshin significa guerreiros, e a guerra que este texto trata esteve relacionada com o fim das estruturas sociais do chamado feudalismo japonês. O xogunato de Tokugawa pretendia modernizar a sociedade japonesa com o apoio de potências ocidentais, como Inglaterra e França, além dos EUA. O xogum era um título dado a um chefe militar supremo no Japão, cuja importância durante muito tempo superou a do imperador. Havia ainda na estrutura social japonesa os daimios, grandes proprietários de terras que tinham como principais vassalos os guerreiros samurais.

A postura de modernização desagradou a alguns clãs e proprietários de terras do sul do arquipélago japonês, o que os levou a apoiar o imperador Meiji. O imperador declarou a abolição do xogunato de Tokugawa, que existia há cerca de duzentos anos, dando início à guerra. Uma das primeiras ações de Tokugawa foi tentar tomar a corte imperial em Quioto, o que foi impedido pelos clãs de Satsuma e Choshu. Esses dois clãs pretendiam realizar a centralização do poder político e militar no Japão.

Cena da Batalha Naval de Hakodate, durante a Guerra Boshin
Cena da Batalha Naval de Hakodate, durante a Guerra Boshin

Apesar da minoria dos efetivos militares, as forças ao lado do imperador conseguiram importantes vitórias iniciais. Tal fato deveu-se à modernização empreendida no exército do imperador Meiji, com o auxílio dos países ocidentais.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Por outro lado, o xogun Tokugawa buscou realizar uma coalizão após a derrota em Quioto, chegando inclusive a se render. A postura desagradou aos guerreiros samurais apoiadores de Tokugawa em virtude das perdas de renda pelo fim do xogunato e de seus poderes sobre grupos de camponeses.

Os samurais constituíram tropas de guerreiros para enfrentar o exército de Meiji. Eles conseguiram refugiar-se na ilha de Ezo (atual Hokkaido), formando a República de Ezo. Mais uma vez os samurais não foram capazes de conter as investidas do exército de Meiji, sendo derrotados em 1869.

A vitória militar do novo imperador na Guerra de Boshin significou o fim da chamada Era dos Samurais, representantes de uma classe de guerreiros que controlava terras e camponeses no Japão, em uma estrutura econômica e social muito similar ao feudalismo europeu.

Foi também o início da Restauração Meiji, que centralizou o poder político no Japão e deu os impulsos necessários à modernização da sociedade japonesa em moldes ocidentais capitalistas.

É interessante notar que durante a Batalha de Aizu houve a participação de algumas mulheres samurais, como Yamakawa Futaba (1844-1909), que havia sido treinada para lutar e participou da defesa do Castelo Tsuruga.

A derrota do xogunato marcou o fim do Japão feudal e o início do fortalecimento econômico e militar do país, transformando-o em uma das principais potências do mundo no século XX.


Por Me. Tales Pinto

Samurais do clã Choshu durante a Guerra Boshin
Samurais do clã Choshu durante a Guerra Boshin
SÉCULO XVI AO XIX
Guerra Mexicano-Americana

Guerra Mexicano-Americana

Conquista do Texas marca o conflito.
Ilustração da batalha de concon

Guerra Civil Chilena

Saiba como aconteceu!
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Guerras Brasil Escola