Topo
pesquisar

A resistência soviética

Século XX

PUBLICIDADE

Depois dos primeiros anos da guerra sendo dominadas pelas vitórias de Adolf Hilter, as tropas alemãs voltaram suas atenções contra a Rússia. Cerca de dois milhões de tropas terrestres foram mobilizadas rumo à cidade de Moscou. Antes disso, os militares alemães cercaram a cidade de Leningrado que foi vítima de um cerco que aniquilou a cidade que, mesmo assim, retardou o avanço das forças nazistas. A superioridade bélica da Alemanha não conseguiu fazer frente às tropas russas.

Os alemães conseguiram dominar diversos centros urbanos da União Soviética e empreender a vitória sobre diversas tropas russas. Durante os primeiros meses de combate, cerca de quatro milhões de reféns russos foram encarcerados e aproximadamente um milhão de soviéticos haviam sido mortos. A vitória alemã não foi possível, pois a tecnologia dos aviões de guerra da União Soviética conseguia desintegrar vários dos pontos de dominação das tropas de Hitler.

Além disso, as condições do inverno russo aniquilaram vários dos combatentes nazistas. A Batalha de Stalingrado, ocorrida em janeiro de 1943, foi de fundamental importância na virada dos soviéticos sobre os alemães. Essa região tinha importância estratégica, pois com a dominação de Stalingrado os alemães teriam acesso às ricas reservas petrolíferas da região do Cáucaso. Dessa forma, alemães e soviéticos se colocaram em confronto nessa decisiva batalha.

Sob o comando do general alemão Friedrich von Paulus, uma tropa de 285 mil homens foi cercada pelas forças do marechal soviético Konstantin Rokossovsky. Temendo o agravo das condições penosas em que se encontravam as forças alemãs, o general nazista solicitou, sem efeito algum, uma rendição autorizada por Hitler. O ataque dos soviéticos contou com uma guarnição de cinco mil canhões disparados contra os focos de resistência alemã.

As tropas do general Von Paulus ainda ofereciam alguma resistência no combate terrestre. No entanto, no final do mês de janeiro, vinte e três generais e noventa e um mil soldados alemães foram rendidos. Logo em seguida, uma terrível epidemia de febre tifóide aniquilou violentamente os nazistas derrotados. Combalido com as lutas e as doenças, apenas cinco mil soldados conseguiram retornar para a Alemanha. Inconformado com as ações de Hitler, o general Von Paulus decidiu lutar ao lado das forças do Eixo.

Sendo essa a primeira grande derrota dos nazistas, as tropas dos Aliados se empenharam em obter novas vitórias. A participação dos russos e a entrada dos Estados Unidos na guerra foram de fundamental importância para a vitória contra os países do Eixo.

Século XX - Guerras - Brasil Escola

PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Guerras Brasil Escola